segunda-feira, 13 de julho de 2009

. descubra por conta própria

eu ouço músicas antigas, leio livros que me agradam, conto histórias engraçadas mas que nem sempre eu acho graça. rio das suas piadas, por piores que sejam, esqueço o nome da maioria das coisas, gosto de olhar o céu, o azul dele me distrai, lembro de coisas que com certeza você já se esqueceu e as que eu escrevo são completamente sinceras, apesar de muitas vezes tão simples. pinto com cores que você não sabia existir, prefiro comer a sobremesa antes, nomeio coisas e lugares distantes e tenho sempre algo em que me corrigir. gosto de sonhar, mas nunca tiro os pés do chão, o óbvio não me atrai, sempre enxergo através dele. coisas surreais e impossíveis costumam me atrair tanto quanto o que os outros julgam ser imprestável. realmente detesto rotinas e, acho deveras cansativo ter de segui-las. não me importo em ter que discordar de algo ou alguém e, até prefiro que discordem de mim em alguma coisa. alienação não está com nada, e tenho dito. fato que nem sempre estou certa, mas gosto de expressar minha opinião sempre que possível.

talvez minha paixão pela lua se dê por questão de identificação; mesmo contra minha vontade, acabo sendo um pouco de fases. não tente entender, apenas sorria, como sempre faço (:

Um comentário:

  1. Fases..
    tao fascinantes,
    thais seus textos estao BEST..
    eu fico cada fez mais impresionada, e viciada aqui *-*

    brigada a voce =D

    ResponderExcluir