quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

. período soturno


a lua estava encoberta - assim como minhas velhas cicatrizes deveriam estar. assim como estariam, se não tivessem sido tão fria e bruscamente reviradas e remexidas. agora, eu posso sentir cada gota morna do meu sangue escorrendo, cada imagem do passado sendo revirada; cenas que há muito eu me prometera não mais cotejar, achando que assim, estariam mortas quando novamente me lembrasse delas. mas não estavam. não estão. a cada pulsação, a cada piscada de olhos eu as vejo tatuadas no interior de minhas pálpebras...

... já decorei. as cores, os prédios, as mesmas portas e janelas que sempre me espiavam. o tempo passa. agora está escuro, tudo à minha volta obedece à esta ordem. só identifiquei alguns pontos de luz - postes, que estiveram sempre ali observando em silêncio. ah... o silêncio. por quanto tempo eu fiquei a sós com ele?

está frio, agora. restaram apenas aquelas molhadas linhas quentes escorrendo pelo meu rosto - quando elas vão parar? eu estive sentada aqui durante algum tempo. e sei que essas memórias passadas, tão presentes, irão permanecer nesse futuro próximo. pelo menos por enquanto...

agora venta. a brisa agita meus cabelos contra o meu rosto, despenteando e bagunçando minha franja. me levantei e senti uma gota fria na ponta do nariz - essa era diferente daquelas que desciam pelos meus olhos e se arrastavam rosto à fora. nuvens se formando. sentei novamente.

só mais uma dose de silêncio.

17 comentários:

  1. O que você tem é mais que talento, menina, parabéns

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vc voltou, tava sentindo sua falta.
    Nossa me fez lembrar ao que eu passei tempos atras, espero que essas feridas sumam bem rápido
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo texto. o silencio é um grande aliado.

    ResponderExcluir
  4. Thaiis, eu sempre fui muito contra amizade 'virtual', achei q seria uma serie de expressoes falsa, cheias de coisas vagas.. tipo ela só vai me dizer o q eu qro q diga, e isso me parceia numa forma bem traduzida: ela só vai me elogiar, falar coisas boas só pra mim agradar!
    Dai eu conheco vc, e em seus comentarios no me ublog, q poderia ser a coisa mais bobas, vc disse verdades me encantava.
    Eu escrevia qrendo dizer algo, e lá vinha vc comentando esse 'algo'... como vc consegue saber EXTAMENTE o q eu qro dizer?? pq eu do tanto credito ao q vc diz? pq eu confio em vc?? eu não sei... e de verdade nem me importa em saber... eu gosto do q sinto por vc! Talvez essa seja o tipo extao de amizade... sem pq e pra quê!!

    Os seus textos sempre me encantam, mas esse tem algo de especial... parce q andamos sofrendo com as feridas do passado, e pare q resolvemos tomar a msm solução... O silencio!! O sol vai surgir, lindo e radiante vc vai ver!!

    Obrigada amiga =*

    ResponderExcluir
  5. OMG =O amiga linda..pode ter certeza de que se deposito tant confiança em você é por que você merece muito e cada vez consegue superar...estou temeroza de vir aqui..pois não é possivel como a cada semana que você coloca algo nesta janelinha é TÃO INESPERSARADAMENTE melhor...e mais bonito! Pode ter certeza que se deposito minhas fichas no seu talento é por que estou seguraaa de que você é mais que capaz...

    Enfim minha linda...não deixe de surpreender-nos...bjinhos carinhosos de sua amiga e fã em particular...e SEM EXAGEROOO ;* e obrigda pelo comentário *-*

    ResponderExcluir
  6. Não sei nem como acrescentar algo aqui. Tenho medo de estragar um texto tão bonito!

    ResponderExcluir
  7. No silêncio a gente ouve a nossa tristeza, a nossa felicidade, e o nosso coração quando ele ainda não foi roubado, ferido, machucado, enfim, assassinado, quando ele ainda bate.
    Muito bonito :)

    ResponderExcluir
  8. o negócio tá meio enrrolado mesmo, hein? mas você um jeito tão bonito de organizar as palavras... seu blog merece mais a sua visita, menina!

    hum... o silêncio. é incrivel o que a gente escuta quando ele fala. a maioria da vezes tenho muito medo de ficar a sóso com ele, porque as vezes mostra o que, de certa forma, não queremos ver.

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto!
    Olha, tem hora que é melhor deixar o silêncio agir. Já me disseram que ele é bem melhor que o tempo para curar, é remédio mais concentrado entende?
    Gostei do seu espaço. :*

    ResponderExcluir
  10. E muitas vezes o melhor é deixar o passado de lado,morto e interado,mas pareçe que sempre tem alguém pra vim futucar a abriir mais a ferida :s

    ResponderExcluir
  11. eu começei assim"só mais um dose de silencio'
    E agora estou aqui,totalmente envolta e sem enxergar a saida,,=x
    o pior de tudo,é que me sinto confortavel assim..

    ResponderExcluir
  12. Que lindo o que você escreveu.
    Faltam-me palavras para expressar tudo o que senti ao ler o texto.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Ola, achei seu blog... gostei e estou seguindo! Me segue? Quando puder passa la Beijos

    ResponderExcluir
  14. nossa lindo, deu até pra imaginar acena direitinho aqui...
    um tanto quando triste, mas muito sincero e emocionante!

    adorei
    *-*

    ResponderExcluir
  15. customo odiar o silencio, fico pensando, odieo pensar, porque ai vem as lembranças que nunca existiram, até eu me afundar em um mar de odio,sem as lagrimas. muito bom o texto

    ResponderExcluir
  16. olaaa amei seu blog, o post eh lindo d everdade me tocou... parabens pelo blog, haa espero que nao se chateie , mas gostei tanto que estou te seguindo ok? beijoss

    www.jessica-charlanie.zip.net

    ResponderExcluir